A hidroponia como solução sustentável

A hidroponia é uma técnica de cultivo onde as plantas não crescem no solo. Suas raízes recebem uma solução balanceada com nutrientes e água.

Esse tipo de cultivo passou a ser difundido a partir dos anos 70, quando o pesquisador inglês Allen Cooper desenvolveu um sistema com “canais” de cultivo (abaixo), pensado de forma a reduzir a quantidade de água aplicada na produção.

No Brasil, a técnica de cultivo cresce aproximadamente 30% por ano, desde o início da década de 90, quando passou a ser mais difundida no país.

 

hidroponia

 

Na hidroponia, as plantas podem estar suspensas em meio líquido ou apoiadas em substrato inerte, como argila expandida, fibra de coco e areia lavada.

Essa técnica apresenta muitos benefícios, tanto para produtores, quanto para os consumidores e até mesmo para o meio ambiente.

O primeiro é a diminuição na área de cultivo. Segundo o Dr. Jorge Barcelos, professor e supervisor do Laboratório de Hidroponia da Universidade Federal de Santa Catarina:

Um hectare estufa preparada para o cultivo hidropônico pode produzir
o equivalente a até 30 hectares de cultivo no campo aberto.

Mesmo não sendo livre de fertilizantes industriais, a hidroponia é mais saudável que o modo de cultivo tradicional, já que não agride o solo e utiliza a água de maneira sustentável.

Assim, a hidroponia utiliza menos insumos, agride menos o solo, produz mais e num espaço menor, durante todo o ano. Na Europa já é vista como uma ótima opção para o cultivo doméstico e comunitário, mesmo dentro das cidades, pois ajuda também na purificação do ar.